A Melhor Tapioca do Mundo é de Tia Neide o/

Viagem ao Recife, não poderíamos deixar de conhecer a famosa tapioca de Olinda, e não bastando conhecer e provar uma vez, tivemos que voltar novamente antes da partida.

No centro histórico de Olinda fica o Alto da Sé, recheado de barraquinhas com tias fofas que fazem as melhores tapiocas do mundo. Chegamos quando já estavam recolhendo as barraquinhas e o vento não dava trégua. Fomos em uma barraca para comprar a famosa tapioca, mas a goma tinha acabado… Oxi, que azar… A moça que nos atendendo perguntou para a barraquinha vizinha “Ô Neide, ce tem goma?!”, e a Neide ainda tinha :) Barraquinha da Tia Neide ai fomos nós!

Sobre um braseiro rústico nasce esta iguaria maravilhosamente simples, recheio de coco e leite condensado. E coco de verdade, vissi? Natural, ralado, molhadinho e macio… Ai ai, muito bom!

Barraquinha de Tia Neide, vissi?

E tava boa que só!

Se for lá, procure Tia Neide, vissi?! ;) Não irá se arrepender!

Navegar é Preciso – Parte 2: Paraty / RJ

Como é bom recordar!!! Fazendo a seleção das fotos para este post me transportei para a mágica Paraty.

Não poderia começar de outra maneira, se não com a Igreja de Santa Rita vista do mar :) Melhor combinação da viagem: centro histórico > mar (que logo lembra frutos do mar :p).

Igreja de Santa Rita - Paraty / RJ

O centro histórico é super charmoso, inspira andar devagar, contemplar a vida e claro boemia…

Primeira parada gastronômica: pastelzinho de camarão com chopp na Casa Coupê | Praça Matriz.

Quer jeito melhor de começar a relaxar?!

Casa Coupê | Chopp + comida de buteco + localização privilegiada = Mesas disputadas!

Nesta primeira noite jantamos em um lugar muuuuito legal, mas claro que nestas horas os registros fotográficos dão “tilte” e nossa memória se encarrega de gravar os momentos, deve ser para que se tornem mais especiais.

Noutro dia… após passeio de escuna, tomando banho nas águas quentinhas com peixinhos listrados, encontramos numa casa venda de doces e salgados:

... e era por uma boa causa ;)

Tooorta de limão, massa crocante (e não era feita de bolacha), creme cítrico e uma generosa cobertura de merengue... afff

Como o salgado ainda é meu preferido, não aguentei e comprei um kibe... para ajudar a Festa do Divino, claro!

depois disso tudo, só abrindo uma coca mesmo...

Mas só de lanchinhos não se pára em pé! Num dia resolvermos jantar de verdade e olha o que aconteceu:

Frango A Cubana! Filé de peito a milanesa, banana a milanesa, batata frita e arroz a grega... ah, tinha alface tb!

Restaurante Caramujo, bem na entrada do centro histórico

Juro que não sabíamos que os filés de frango eram quase um frango inteiro a milanesa! Mas não é que comemos tudo!

Para fechar esse post uma imagem de Paraty pelo mar.

Ah o verão...

Logo outro post sobre Paraty!

Navegar é preciso – Parte 1: Ilha Bela / SP

Nestas férias eu e Augusto fomos conhecer outras paisagens, e os lugares escolhidos foram Ilha Belas / SP e Paray / RJ :) Chaaaato né? Uma semana de viagem, passando pela belíssima estrada Rio-Santos, passeios por terra e mar… e para coroar de sabor (e alimentar) nestes 7 dias descobrimos novos paladares e vou dividir um pouco com vocês.

Levamos uma mala de comes e bebes, isso ajudou muito na economia e praticidade durante a viagem, ter sempre a mão barrinhas de cereais, biscoitos e água mineral a vontade não tem preço. Aliás o preço disso tudo nos mercados locais é sempre um assalto, então guardamos para investir em comidinhas realmente interessantes.

O primeiro destino foi Ilha Bela em SP, fizemos uma pausa no Guarujá para pernoitar e seguir na manhã seguinte com calma pela bela estrada Rio-Santos. Fiz sanduíches de peito de peru defumado, ricota, alface, rúcula e brotos, hummm E para enrolar a fome até as paradas, frutas secas como passas e damascos deram conta do recado com muito “gramur” :)

Trecho Floripa - Joinville, filas enoooormes, mas com damascos não tem problema...

 

Após pernoite no Guarujá fomos rumo a Ilha Bela!

Almoço na Creperia Nareia no centrinho da cidade

Ambiente gostoso e uma promoção de crepe salgado + doce nos fez entrar :)

Crepe de tomate seco, requeijão, mussarela... hummm E uma saladinha para não pesar tanto ;)

De sobremesa crepe de Nutella!

Com um calor infernal, não poderíamos deixar de tomar um sorvetinho, fomos na tradicional sorveteria Rocha, também no centrinho, com sorvetes artesanais de sabores bem diferentes:

Paradinha para refrescar na Sorveteria Rocha

São duas sorveterias Rocha, uma tipo buffet e outra mais tradicional onde o atendente monta seu sorvete de casquinha.

O sabor mais curioso é o Macaco Louco (sorvete de banana com nozes e flocos de chocolate), pegamos também Abóbora com Coco, Papaya e Menta com Chocolate. Uma delícia, sabor bem natural dos ingredientes!

Fizemos um passeio de escuna com parada para almoço na praia de Jabaraqua, onde comemos uma isca de cação muuuuuuito boa, mas esta nem tem foto, pois quando lembramos de registrar já tínhamos comido quase tudo, a fome estava grande! Parece piada mas antes paramos na praia da Fome para tomar banho… :)

Praia de Jabaquara: almoçamos iscas de cação e os borrachudos nos almoçaram

Ficamos hospedados num “chalé” com tinha cozinha completa! Fiz duas jantas: a primeira mais preguiçosa foi um purê de batata e a segunda mais inspirada um risoto de funghi seco, hummm tudo acompanhado de espumante, afinal férias é para celebrar!!

Resumindo Ilha Bela… padrão alto… praias muito exclusivas para moradores… preços altíssimos… a parte central é bem organizada… mas o que valeu mesmo foi o passeio de barco para ver a ilha pelo mar, com paradas para banho e a charmosa pousada.

No próximo post Paraty / RJ! Ô cidade boa de passear e praticar a boemia :)


Harmonização de Sexta-Feira

Na última sexta-feira, eu e o Augusto saímos com nossos querido amiguinhos (Glauce, Gustavo, Cassi e Marco) para comer comida mexicana e comemorar a conquista da Glauce na odisséia dos concursos públicos. Mas por motivos de máquinas de débito e crétido fora do ar acabamos na Pizza Hut :) (Nada mau também…)
Para beliscar antes de chegar a pizza pedimos algo que se revelaria “A Harmonização” da noite :
Breadsticks de Pepperoni com Malzbier
Geeeeeeeeeeeeeente que coisa mais boa! Breadstick levemente apimentado, com aquele molho vermelho agridoce que vem junto, e Malzbier docinha e gelada para rebater! A pizza que veio depois até ficou meio triste, pois gostei mais da entrada.
 

Harmonização Perfeita: Breadstick de Pepperoni com Malzbier

 

Fica a dica ;)