Rondeli de Espinafre (massa de panqueca)

Amo fazer massa de panqueca por sua versatilidade e diferentes tipos! Gosto de fazer as fofinhas para incrementar um café da manhã de domingo. As panquecas fininhas se tornam lindos crepes para um jantar romântico. E as massas saborizadas e coloridas podem se transformar em macarrão, lasanha e até rondeli!

A receita do dia foi: Rondeli de espinafre com purê de cenoura e cebola. Confira como foi fácil criar esta maravilha:

IMG_20140721_133559932

Massa da Panqueca:

Ingredientes:

  • 1 maço de espinafre
  • 4 ovos pequenos ou 3 grandes
  • 1/2 xícara de fécula de batata
  • 1/2 xícara de farinha de centeio ( outras opções: aveia em flocos médios, trigo integral)
  • a gosto: sal, pimenta do reino, alho desidratado, salsinha e manjericão.

Modo de preparo:

Bater no liquidificador o espinafre (folhas e caules), os ovos e temperos. Após ficar homogêneo acrescentar os ingredientes secos e bater até misturar bem.

Com um papel toalha espalhe óleo por toda a frigideira (melhor se ela for antiaderente) e coloque em fogo médio. Com uma concha (essas conchas de servir feijão) encha com a mistura da massa. Despeje no meio da frigideira e vá girando, espalhando a massa de uma forma uniforme por todo o fundo da frigideira. As bordas da massa irão se soltando, quando toda a massa se soltar da panela está no ponto de virar. Assar só mais um pouco e retirar a panqueca e reservar. Repetir até finalizar toda a massa. Para o rondeli, é bom uma panqueca bem fina e assada levemente, não deixar dourar, pois isso vai dificultar na montagem.

IMG_20140721_130352240

Recheio de Cenoura:

Ingredientes:

  • 2 cenouras médias
  • 2 cebolas médias
  • 1 folha de louro
  • 2 dentes de alho
  • a gosto: sal e pimenta do reino
  • óleo para refogar

Modo de preparo:

Picar a cebola e o alho. Descascar a cenoura e picar em rodelas. Refogar a cebola e o alho até ficar transparente e murchar um pouco. Acrescentar a cenoura e a folha de louro e refogar um pouco. Colocar um pouco de água para cozinhar a cenoura. Após cozinhar bem, retirar a folha de louro e triturar toda a mistura (no processador, liquidificador ou espremedor de batatas).

Molho a gosto:

Para a finalização do prato é necessário um molho, que pode ser de tomate ou molho branco. Usar a receita de sua preferência.

Montagem:

Preaquecer forno em 180 graus. Espalhar um pouco do creme de cenoura na panqueca e enrolar apertadinho. Reservar as panquecas até rechear todas. Depois cortar cada panqueca em três rondelis. Numa assadeira colocar um pouco de molho e encaixar os rondelis com a abertura da massa para cima. Colocar um pouco mais de molho e salpicar parmesão ou gergelim. Assar por 20 minutos e servir em seguida.

Domingo é dia de panqueca!

Domingo é dia de acordar mais tarde, tomar um café da manhã com calma e se preparar para um belo dia de preguiça… Adoro fazer panquecas fofinhas nestes dias, pois é rápido e não precisa de liquidificador (que faz um barulho tremendo, o que não é bem vindo domingo pela manhã) e, claro, porque é gostoso demais!

Hoje fiz uma panqueca fofinha com banana na massa, ficou uma delícia! Veja como é tranquilo preparar:
panqueca-banana

Panquecas de Banana com Baunilha

Ingredientes:
2 bananas maduras
1 colher (chá) de essência de baunilha
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento químico
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (sopa) de açúcar mascavo
1 ovo
1/3 de xícara de leite (usei iogurte natural)
1 colher (sopa) de manteiga derretida

Preparo:

  1. Amasse as bananas com a baunilha.
  2. Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato em uma tigela e junte o açúcar.
  3. Para uma massa homogênea, bata o ovo com o leite (ou o iogurte) e a manteiga derretida e junte, batendo, a mistura seca. Adicione o purê de banana.
  4. Aqueça uma frigideira ou chapa e unte com papel toalha dobrado umedecido com óleo. Coloque colheradas grandes de massa, espaçando-as bem. Frite por cerca de 2 minutos, três ou quatro panquecas por vez, até que apareçam bolhas na superfície e a parte inferior dourar. Vire a panqueca com uma espátula e frite por mais 1 ou 2 minutos.
  5. Servir com o acompanhamento que preferir: mel, doce de leite, geleia… e claro um café fresquinho.

A receita está no livro Brunches para todos os gostos. Bem ilustrado e com receitas ótimas! Recomendo mesmo.

Uma semana doce, cheia de paz e realizações.

Estou no Concurso Cultural do Coletivo Gourmet

A sexta-feira teve um gostinho especial!

Minha foto e frase foi escolhida para participar do concurso “O coração lá de casa!” do site Coletivo Gourmet. Inscrevi uma foto de um cantinho da minha cozinha que eu adoro, é o porta trecos que meu pai fez em madeira. Nele eu penduro tudo que consigo e mesmo com a baguncinha eu adoro ter os utensílios a mão quando preciso.

A frase foi esta: “Leve e saborosa bagunça que transforma simples ingredientes em momentos de alegria e conforto.”

Me ajude a ganhar um livro da Nigella autografado!! É fácil votar:
1. Acessar: http://www.coletivogourmet.com.br/promocoes/concurso-cultural-o-coracao-la-de-casa/
2. Comentar o post dizendo: Foto 3

galinho-trecoUm final de semana muito temperado para todos :)

Obrigada!

Retrospectiva 2012

Que ano desafiador foi esse. Tão cheio de desafios que nem consegui dar a atenção merecida para o Blog. Agradeço à todos que acessam e curtem minhas receitas.

Um Ano Novo Delicioso e Recompensador :)

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um resumo:

4,329 films were submitted to the 2012 Cannes Film Festival. This blog had 15.000 views in 2012. If each view were a film, this blog would power 3 Film Festivals

Clique aqui para ver o relatório completo

Vencemos o Concurso de Massa Choux

No segundo módulo do curso de Panificação e Confeitaria as coisas ficaram bem interessantes. Aulas de confeitaria e panificação avançada, coisa linda mesmo.

Uma das avaliações deste módulo foi um concurso de receitas de massa choux (massa cozida usada para fazer bombas e carolinas). As receitas deveriam ser inovadoras!!

Minha equipe desenvolveu 4 receitas e selecionamos as duas melhores, depois de quase 8h na cozinha fazendo os testes. Nossa inovação foi criar uma massa para carolina sem glúten e sem lactose, em versão doce e salgada.

Na categoria salgada vencemos!!! Inovamos na massa e no formato. Ficou linda mesmo!

Tortinha de massa choux com recheio de caponata
704842_4929262671829_361856921_o

Carolina Prestígio – Recheio de coco e cobertura de cacau
467888_4929267551951_2030339089_o
Érika e Fê, valeu a parceria! :) Nossos bebês ficara lindos e deliciosos!
Fotos da professora Mariana Martelli

 

Bem-Apaixonados para o Dia dos Namorados

Juntando algumas ideias, minhas e de amigas (queridas Jô e Caminha), criei kits de bem-apaixonados para o Dia dos Namorados.

O tradicional bem-casado ainda mais apaixonado :) Em formato exclusivo de coração S2 e com recheio charmozinho de doce de leite com geléia de amora com pimenta. Cobertura de fondant com risquinhos de chocolate ;)
Pessoal do trabalho, amigos e turminha do IFSC encomendaram e acho que vão agradar muitos os seus amadinhos ;)

As encomendas estão abertas pelo email: marianadasilva@gmail.com ;)

Bem-vividos, Bem-casados, Bem-nascidos… Em todas ocasiões um mimo docinho para os convidados cai muito bem ;)

Abraço doce da Mari (super apaixonada pelos bem-apaixonados)

Rosca Chelsea: massa delicada, cobertura doce

Este post vai para Sabrina Carozzi [do blog: A rapa do tacho] e Rita Carozzi, que pediram esta receita pelo Facebook :) É só anotar tudinho e colocar a mão na massa!

Esta receita foi uma bela surpresa. Daquela que conquista primeiro pelo visual e depois de provar você tem certeza de que realmente a coisa é boa!

A receita é o livro “O Grande Livro de Receitas: Pães” da Publifolha de 2009. O livro é bem ilustrado e tem receitas ótimas! Tem um capítulo específico de receitas com preparo na máquina de fazer pães, bem prático.

Vamos à receita:

ROSCA CHELSEA

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes:
225g de farinha de trigo
1/2 colher de chá de sal
55g de manteiga picada {25g para a massa e 30g para o recheio}
1 1/2 colher de chá de fermento biológico seco instantâneo
25g de açúcar
1 ovo grande levemente batido
cerca de 100ml de leite morno {se ficar na máquina de pão, usar leite frio}
85g de uvas-passas escuras
55g de uvas-passas brancas
55g de açúcar mascavo claro {usei o escuro mesmo}
1 1/2 colher de chá de canela em pó
2 colheres de sopa de mel para pincelar

Modo de Preparo:
1. Unte uma forma de bolo quadrada em 18cm {fiz em forma redonda com furo no meio}.
2. Peneire a farinha e o sal em uma tigela grande e junte 25g de manteiga, amassando suavemente. Acrescente o fermento e o açúcar e misture. Faça um buraco no meio, ponha o ovo e adicione o leite aos poucos, misturando até obter uma massa macia.
3. Coloque a massa em uma superfície polvilhada com farinha e sove até ficar lisa e elástica. Faça uma bola com ela, ponha em uma tigela levemente untada com óleo, cubra e deixe crescer em local aquecido até dobrar de tamanho.
4. Sove a massa novamente em superfície polvilhada com farinha e abra em um retângulo de 30x23cm. Derreta a manteiga restante e pincele sobre a massa.
5. Misture as frutas secas, o açúcar mascavo e a canela e salpique sobre a massa.
6. Começando pelo lado mais longo, enrole a massa como um rocambole. Corte em 12 fatias iguais e coloque-as na forma com o lado do corte para cima.
7. Cubra e deixe crescer em local aquecido até dobrar de tamanho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8. Pré-aqueça o forno a 190°C. Asse por 25-30 minutos, ou até estar crescida e bem dourada.
9. Retire do forno e pincele ainda quente com o mel, duas vezes. Deixe esfriar antes de desenformar.

—–}——–{—–

O Augusto até hoje não esquece deste pão. E eu até hoje não repeti a receita… Talvez pelo medo de não ficar tão bom como na primeira vez e mexer na doce e surpreendente lembrança :)

Sento só o que foi essa massa! Macia, leve, delicada… E a cobertura e o recheio doces e marcantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O mel pincelado dá um sabor muito especial.

Sabrina, depois quero fotos, heim?! ;)

Um doce abraço,
Mari