Vamos Temperar Nossas Vidas

Tem gente que defende que o melhor tempero da comida é a fome, mas acredito que comida bem temperada é sim muito melhor!

O poder transformador de ervas frescas e especiarias é visível dos pratos mais simples aos mais complexos. Uma batata cozida se transforma se colocarmos uma colher de chá de açafrão da terra (cúrcuma), um arroz fica chique e super fresco com hortelã e salsinha picadinhas e sem falar na cotidiana banana, que se enfeita com o sabor doce e quente da canela.

Confesso que tenho receio de utilizar muitos temperos e estudo sobre as combinações possíveis. Muitas vezes acho que temperei o bastante e no final, “cadê o gosto?”. Cozinha é um caminho de aprendizado eterno. O importante é termos a vontade de experimentar e ousar. Para isso é preciso ter os temperos à mão quando se está com a barriga no fogão.

Ter um pequeno estoque de especiarias é tranquilo, a validade destes itens geralmente é grande e os potinhos ocupam pouco espaço em nossas cozinhas, cada vez mais compactas. Mas, e as ervas frescas? Não é fácil ir na feira toda semana e comprar ela fresquinha, e usar todos aqueles buquês perfumados de uma só vez. Ter uma horta é uma opção super na moda, porém exige um cuidado mínimo, que eu mesma não tenho, e algumas vezes consegui perder as plantinhas.

A solução, que nossas mães e avós já conhecem há tempos, é o freezer! Congelar ervas frescas, pois mais paradoxal que pareça é uma alternativa ótima para manter estes temperos sensíveis por mais tempo em nossas cozinhas. Com o mínimo de planejamento e esforço é possível reforçar o estoque congelado uma vez por mês e ter todos os dias porções dos verdinhos em nossos pratos.

Faço desta forma:

  • Compro em feira orgânica perto de casa: salsinha, cebolinha e manjericão.
  • Se estiverem meio murchinhos, deixo eles um pouco na água para retomarem o frescor.
  • Lavo bem cada raminho e folhas. Caso tenha o costume de usar elas cruas é necessário uma higienização mais potente, com água clorada ou produtos específicos. Como eu utilizo só em preparações que irão ao forno e fogão, só lavo bem.
  • Seco as folhas (uma centrífuga de secar salada cai bem nesta hora).
  • E por fim, pico com uma tesoura os a salsinha ou cebolinha direto nos potes de vidro.
  • O manjericão prefiro congelar em forma de molho pesto em forma de gelo, para ir usando as porções aos poucos. Ou separando as folhas e colocando um pote mais largo para que não se sobreponham muito.
IMG_20150129_111212707_HDR

Picar com uma tesoura direto no pote reduz o desperdício e é bem mais rápido.

IMG_20150129_111926643_HDR

Seu tesouro verde está pronto para morar no freezer.

   

Vale a pena dedicar um tempinho neste preparo e os temperinhos prontos para transformar seu prato em uma refeição aromática e deliciosa.

Vou para a cozinham pois tenho mais temperinhos para picar ;)

Abraços frescos e verdinhos!

Sabores indianos: pão naan e chutney de manga

Aprendi e me apaixonei por estas receitas nas aulas de Panificação Internacional. Fiquei tão maravilhada que repeti as receitas em casa no dia seguinte, para sentir aquela espetacular harmonia de sabores!

O naan é um pão relativamente rápido de fazer, pois é assado logo após a mistura da massa. Uma ótima carta na manga para aquela visita surpresa, ou para sair da rotina do sanduíche no jantar… Mas como é uma receita maravilhosa, pode muito bem ser feita como entrada para um jantar temático indiano.

naan_chutneyNaan (6 porções)

Ingredientes:

  • 300 g farinha de trigo
  • 8 g fermento biológico seco
  • 8 g açúcar
  • 8 g sal
  • 50 g ovo (1 unidade)
  • 60 g ghee (manteiga clarificada)
  • 150 g iogurte natural

Preparo:

  1. Misturar farinha, fermento, açúcar e sal. Depois acrescentar ovo, iogurte e ghee.
  2. Dividir a massa em 6 pedaços. Abrir a massa em formato irregular com rolo ou com as mãos. Não deixar muito fino, cerca de 1 cm de espessura está bom.
  3. Tostar um lado do pão na frigideira de ferro. Finalizar assando no forno, colocando o lado tostado para baixo. Ou assar em forno lastro, colocando os naans diretamente na pedra.

Para fazer o Ghee: colocar manteiga para derreter em banho-maria, assim que formar uma espuma, ou decantar a parte sólida, coar em pano descartável limpo.


Chutney de Manga e Maçã

Ingredientes:

  • 2 unidades de manga madura
  • 3 unidades de maçã vermelha
  • 2 unidades de pimenta-dedo-de-moça
  • 100g de açúcar mascavo
  • 400mL leite de coco
  • 2 unidades de canela em rama

Preparo:

  1. Descasque a manga e a maçã, corte em pequenos cubos.
  2. Retire as sementes e a parte branca da pimenta e pique-a.
  3. Coloque os ingredientes na panela e cozinhe até ficar uma mistura homogênea e com aspecto cremoso. Se necessário acrescentar um pouco de água ou leite de coco até obter o ponto desejado.

Nada melhor do que ouvir um mantra para se inspirar e preparar estas delícias.

Namastê /\

Domingo é dia de panqueca!

Domingo é dia de acordar mais tarde, tomar um café da manhã com calma e se preparar para um belo dia de preguiça… Adoro fazer panquecas fofinhas nestes dias, pois é rápido e não precisa de liquidificador (que faz um barulho tremendo, o que não é bem vindo domingo pela manhã) e, claro, porque é gostoso demais!

Hoje fiz uma panqueca fofinha com banana na massa, ficou uma delícia! Veja como é tranquilo preparar:
panqueca-banana

Panquecas de Banana com Baunilha

Ingredientes:
2 bananas maduras
1 colher (chá) de essência de baunilha
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento químico
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (sopa) de açúcar mascavo
1 ovo
1/3 de xícara de leite (usei iogurte natural)
1 colher (sopa) de manteiga derretida

Preparo:

  1. Amasse as bananas com a baunilha.
  2. Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato em uma tigela e junte o açúcar.
  3. Para uma massa homogênea, bata o ovo com o leite (ou o iogurte) e a manteiga derretida e junte, batendo, a mistura seca. Adicione o purê de banana.
  4. Aqueça uma frigideira ou chapa e unte com papel toalha dobrado umedecido com óleo. Coloque colheradas grandes de massa, espaçando-as bem. Frite por cerca de 2 minutos, três ou quatro panquecas por vez, até que apareçam bolhas na superfície e a parte inferior dourar. Vire a panqueca com uma espátula e frite por mais 1 ou 2 minutos.
  5. Servir com o acompanhamento que preferir: mel, doce de leite, geleia… e claro um café fresquinho.

A receita está no livro Brunches para todos os gostos. Bem ilustrado e com receitas ótimas! Recomendo mesmo.

Uma semana doce, cheia de paz e realizações.

Bolo de Laranja [rápido e delicioso]

Essa receita é perfeita para os dias em que você que fazer algo diferente para o café da tarde e não tem muito tempo ou ingredientes mirabolantes. Um bolo de laranja é puro “confort food”! E ainda é daqueles bolo que você só precisa de um liquidificador!

Este bolo foi a segunda receita que anotei no meu primeiro caderno de receitas, quando tinha 14 anos. Ótima opção para aventureiros de primeira viagem ao mundo dos quitutes.

DSC04036_blog

Ingredientes:

  • 1 laranja
  • 2 xícaras de açúcar
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de óleo (uso de girassol)
  • 1 colher de sopa de fermento químico
  • 3 ovos

Modo de preparo:

  1. Preaquecer o forno em 180 graus.
  2. Untar a forma com manteiga (pode ser também com margarina) e passar um pouco de farinha de trigo. Fica legal em forma com furo no meio, mas pode ser uma forma retangular de 20x30cm ou uma redonda de 20cm de diâmetro.
  3. Cortar a laranja em pedaços, retirando a semente, mantendo a casca.
  4. Numa bacia peneirar a farinha e o açúcar.
  5. No copo do liquidificador coloque a laranja picada, o óleo e os ovos. Bater até ficar bem homogêneo.
  6. Acrescentar a mistura do liquidificador aos ingredientes secos peneirados. Misturar até ficar homogêneo.
  7. Acrescentar o fermento e misturar.
  8. Colocar a massa na forma e levar ao formo por aproximadamente 30 minutos.

DSC04026_blog2Opções de cobertura:

  • Polvilhar açúcar de confeiteiro ou açúcar e canela.
  • Calda de chocolate: 2 c.s. de açúcar, 2 c.s. de água, 1 c.s. de chocolate em pó e 2 c.s de manteiga. Misturar todos os ingredientes em uma panelinha e levar ao fogo até levantar fervura.
  • Fondant de laranja: 1/2 x. de açúcar de confeiteiro misturado com um pouquinho de água e raspas de laranja, até formar uma massa grossa. Passar no bolo em seguida pois endurece rápido.

DSC04030_blog

Boa semana!

Ah, o verão… Com sorvete caseiro é bem melhor.

Após um longo período longe deste querido blog, volto com uma receita bem refrescante e fácil. Para tentar compensar a fase sumida.

Este verão está sendo histórico para o pessoal da região Sul. Calor, calor, calor… e nada daquela chuvinha de verão de final de tarde que trazia um alívio para o corpo e a alma.
Para saciar a vontade absurda de comer sorvete todos os dias criei uma solução caseira, econômica e saudável. Quer coisa mais refrescante do que isso?!

Segue a receita do sorvete caseiro de manga com hortelã:

Ingredientes:
1/2 manga cortada em cubos e congelada
2 ramos de folhas de hortelã caseiro
Um pouquinho de suco de fruta ou água (aproximadamente 3 colheres de sopa)

Modo de preparo:
Pique a manga em cubos e congele. Aguarde ela congelar para continuar a receita.
No mixer (usando o potinho com a lâmina) ou processador de alimentos, coloque o suco, as folhas de hortelã e os cubos de manga.
Bata até formar um creme.

DSC04020
Outras combinações de sabores:

  • Abacaxi com hortelã e leite de coco
  • Banana com mel
  • Abacate com açúcar mascavo
  • Banana com manga

Dicas:
Se a manga estiver muito dura, deixar em temperatura ambiente uns 3 minutos para amolecer um pouquinho.
No mixer a receita deve ser feita em duas vezes, pois a capacidade do pote é pequena.
Cortar e congelar uma quantidade maior da fruta, para utilizar em mais de uma receita.
As frutas congeladas em pedaços também são ótimas para fazer sucos e vitaminas bem geladinhas.

Espero que este post refresque um pouco o verão de vocês ;)

Abraços doces!

Estou no Concurso Cultural do Coletivo Gourmet

A sexta-feira teve um gostinho especial!

Minha foto e frase foi escolhida para participar do concurso “O coração lá de casa!” do site Coletivo Gourmet. Inscrevi uma foto de um cantinho da minha cozinha que eu adoro, é o porta trecos que meu pai fez em madeira. Nele eu penduro tudo que consigo e mesmo com a baguncinha eu adoro ter os utensílios a mão quando preciso.

A frase foi esta: “Leve e saborosa bagunça que transforma simples ingredientes em momentos de alegria e conforto.”

Me ajude a ganhar um livro da Nigella autografado!! É fácil votar:
1. Acessar: http://www.coletivogourmet.com.br/promocoes/concurso-cultural-o-coracao-la-de-casa/
2. Comentar o post dizendo: Foto 3

galinho-trecoUm final de semana muito temperado para todos :)

Obrigada!

Cuca ganha versão de festa: Morango e Chocolate

A cuca é infalível para incrementar um café da tarde no final de semana. Sem muito investimento de tempo e ingredientes é possível criar uma deliciosa cuca com farofa crocante. Os sabores de banana e maçã são as mais tradicionais aqui em casa, mas um dia resolvi inovar e fazer uma versão ideal para aqueles dias de TPM. Nada melhor do que o casamento perfeito entre morango e chocolate para levantar a moral.

A receita da massa e farofa estão neste outro post de Cuca de Banana.

Em cima da massa, colocar os morangos fatiados e pedacinhos de chocolate meio amargo. Por cima de tudo a farofa.

Espero que curtam esta ideia!!!

Um doce abraço, Mari

Morangos fatiados e pedacinhos de chocolate meio amargo deixam a cuca ainda mais deliciosa.

Camada do recheio prontinha e a farofa já pronta espera para entrar em cena

Cobertura total de farofa.