Domingo é dia de panqueca!

Domingo é dia de acordar mais tarde, tomar um café da manhã com calma e se preparar para um belo dia de preguiça… Adoro fazer panquecas fofinhas nestes dias, pois é rápido e não precisa de liquidificador (que faz um barulho tremendo, o que não é bem vindo domingo pela manhã) e, claro, porque é gostoso demais!

Hoje fiz uma panqueca fofinha com banana na massa, ficou uma delícia! Veja como é tranquilo preparar:
panqueca-banana

Panquecas de Banana com Baunilha

Ingredientes:
2 bananas maduras
1 colher (chá) de essência de baunilha
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento químico
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (sopa) de açúcar mascavo
1 ovo
1/3 de xícara de leite (usei iogurte natural)
1 colher (sopa) de manteiga derretida

Preparo:

  1. Amasse as bananas com a baunilha.
  2. Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato em uma tigela e junte o açúcar.
  3. Para uma massa homogênea, bata o ovo com o leite (ou o iogurte) e a manteiga derretida e junte, batendo, a mistura seca. Adicione o purê de banana.
  4. Aqueça uma frigideira ou chapa e unte com papel toalha dobrado umedecido com óleo. Coloque colheradas grandes de massa, espaçando-as bem. Frite por cerca de 2 minutos, três ou quatro panquecas por vez, até que apareçam bolhas na superfície e a parte inferior dourar. Vire a panqueca com uma espátula e frite por mais 1 ou 2 minutos.
  5. Servir com o acompanhamento que preferir: mel, doce de leite, geleia… e claro um café fresquinho.

A receita está no livro Brunches para todos os gostos. Bem ilustrado e com receitas ótimas! Recomendo mesmo.

Uma semana doce, cheia de paz e realizações.

Anúncios

Bolo de Laranja [rápido e delicioso]

Essa receita é perfeita para os dias em que você que fazer algo diferente para o café da tarde e não tem muito tempo ou ingredientes mirabolantes. Um bolo de laranja é puro “confort food”! E ainda é daqueles bolo que você só precisa de um liquidificador!

Este bolo foi a segunda receita que anotei no meu primeiro caderno de receitas, quando tinha 14 anos. Ótima opção para aventureiros de primeira viagem ao mundo dos quitutes.

DSC04036_blog

Ingredientes:

  • 1 laranja
  • 2 xícaras de açúcar
  • 2 xícaras de farinha de trigo
  • 1/2 xícara de óleo (uso de girassol)
  • 1 colher de sopa de fermento químico
  • 3 ovos

Modo de preparo:

  1. Preaquecer o forno em 180 graus.
  2. Untar a forma com manteiga (pode ser também com margarina) e passar um pouco de farinha de trigo. Fica legal em forma com furo no meio, mas pode ser uma forma retangular de 20x30cm ou uma redonda de 20cm de diâmetro.
  3. Cortar a laranja em pedaços, retirando a semente, mantendo a casca.
  4. Numa bacia peneirar a farinha e o açúcar.
  5. No copo do liquidificador coloque a laranja picada, o óleo e os ovos. Bater até ficar bem homogêneo.
  6. Acrescentar a mistura do liquidificador aos ingredientes secos peneirados. Misturar até ficar homogêneo.
  7. Acrescentar o fermento e misturar.
  8. Colocar a massa na forma e levar ao formo por aproximadamente 30 minutos.

DSC04026_blog2Opções de cobertura:

  • Polvilhar açúcar de confeiteiro ou açúcar e canela.
  • Calda de chocolate: 2 c.s. de açúcar, 2 c.s. de água, 1 c.s. de chocolate em pó e 2 c.s de manteiga. Misturar todos os ingredientes em uma panelinha e levar ao fogo até levantar fervura.
  • Fondant de laranja: 1/2 x. de açúcar de confeiteiro misturado com um pouquinho de água e raspas de laranja, até formar uma massa grossa. Passar no bolo em seguida pois endurece rápido.

DSC04030_blog

Boa semana!

Ah, o verão… Com sorvete caseiro é bem melhor.

Após um longo período longe deste querido blog, volto com uma receita bem refrescante e fácil. Para tentar compensar a fase sumida.

Este verão está sendo histórico para o pessoal da região Sul. Calor, calor, calor… e nada daquela chuvinha de verão de final de tarde que trazia um alívio para o corpo e a alma.
Para saciar a vontade absurda de comer sorvete todos os dias criei uma solução caseira, econômica e saudável. Quer coisa mais refrescante do que isso?!

Segue a receita do sorvete caseiro de manga com hortelã:

Ingredientes:
1/2 manga cortada em cubos e congelada
2 ramos de folhas de hortelã caseiro
Um pouquinho de suco de fruta ou água (aproximadamente 3 colheres de sopa)

Modo de preparo:
Pique a manga em cubos e congele. Aguarde ela congelar para continuar a receita.
No mixer (usando o potinho com a lâmina) ou processador de alimentos, coloque o suco, as folhas de hortelã e os cubos de manga.
Bata até formar um creme.

DSC04020
Outras combinações de sabores:

  • Abacaxi com hortelã e leite de coco
  • Banana com mel
  • Abacate com açúcar mascavo
  • Banana com manga

Dicas:
Se a manga estiver muito dura, deixar em temperatura ambiente uns 3 minutos para amolecer um pouquinho.
No mixer a receita deve ser feita em duas vezes, pois a capacidade do pote é pequena.
Cortar e congelar uma quantidade maior da fruta, para utilizar em mais de uma receita.
As frutas congeladas em pedaços também são ótimas para fazer sucos e vitaminas bem geladinhas.

Espero que este post refresque um pouco o verão de vocês ;)

Abraços doces!

Vencemos o Concurso de Massa Choux

No segundo módulo do curso de Panificação e Confeitaria as coisas ficaram bem interessantes. Aulas de confeitaria e panificação avançada, coisa linda mesmo.

Uma das avaliações deste módulo foi um concurso de receitas de massa choux (massa cozida usada para fazer bombas e carolinas). As receitas deveriam ser inovadoras!!

Minha equipe desenvolveu 4 receitas e selecionamos as duas melhores, depois de quase 8h na cozinha fazendo os testes. Nossa inovação foi criar uma massa para carolina sem glúten e sem lactose, em versão doce e salgada.

Na categoria salgada vencemos!!! Inovamos na massa e no formato. Ficou linda mesmo!

Tortinha de massa choux com recheio de caponata
704842_4929262671829_361856921_o

Carolina Prestígio – Recheio de coco e cobertura de cacau
467888_4929267551951_2030339089_o
Érika e Fê, valeu a parceria! :) Nossos bebês ficara lindos e deliciosos!
Fotos da professora Mariana Martelli

 

Cuca ganha versão de festa: Morango e Chocolate

A cuca é infalível para incrementar um café da tarde no final de semana. Sem muito investimento de tempo e ingredientes é possível criar uma deliciosa cuca com farofa crocante. Os sabores de banana e maçã são as mais tradicionais aqui em casa, mas um dia resolvi inovar e fazer uma versão ideal para aqueles dias de TPM. Nada melhor do que o casamento perfeito entre morango e chocolate para levantar a moral.

A receita da massa e farofa estão neste outro post de Cuca de Banana.

Em cima da massa, colocar os morangos fatiados e pedacinhos de chocolate meio amargo. Por cima de tudo a farofa.

Espero que curtam esta ideia!!!

Um doce abraço, Mari

Morangos fatiados e pedacinhos de chocolate meio amargo deixam a cuca ainda mais deliciosa.

Camada do recheio prontinha e a farofa já pronta espera para entrar em cena

Cobertura total de farofa.

Bem-Apaixonados para o Dia dos Namorados

Juntando algumas ideias, minhas e de amigas (queridas Jô e Caminha), criei kits de bem-apaixonados para o Dia dos Namorados.

O tradicional bem-casado ainda mais apaixonado :) Em formato exclusivo de coração S2 e com recheio charmozinho de doce de leite com geléia de amora com pimenta. Cobertura de fondant com risquinhos de chocolate ;)
Pessoal do trabalho, amigos e turminha do IFSC encomendaram e acho que vão agradar muitos os seus amadinhos ;)

As encomendas estão abertas pelo email: marianadasilva@gmail.com ;)

Bem-vividos, Bem-casados, Bem-nascidos… Em todas ocasiões um mimo docinho para os convidados cai muito bem ;)

Abraço doce da Mari (super apaixonada pelos bem-apaixonados)

Rosca Chelsea: massa delicada, cobertura doce

Este post vai para Sabrina Carozzi [do blog: A rapa do tacho] e Rita Carozzi, que pediram esta receita pelo Facebook :) É só anotar tudinho e colocar a mão na massa!

Esta receita foi uma bela surpresa. Daquela que conquista primeiro pelo visual e depois de provar você tem certeza de que realmente a coisa é boa!

A receita é o livro “O Grande Livro de Receitas: Pães” da Publifolha de 2009. O livro é bem ilustrado e tem receitas ótimas! Tem um capítulo específico de receitas com preparo na máquina de fazer pães, bem prático.

Vamos à receita:

ROSCA CHELSEA

 

 

 

 

 

 

 

 

Ingredientes:
225g de farinha de trigo
1/2 colher de chá de sal
55g de manteiga picada {25g para a massa e 30g para o recheio}
1 1/2 colher de chá de fermento biológico seco instantâneo
25g de açúcar
1 ovo grande levemente batido
cerca de 100ml de leite morno {se ficar na máquina de pão, usar leite frio}
85g de uvas-passas escuras
55g de uvas-passas brancas
55g de açúcar mascavo claro {usei o escuro mesmo}
1 1/2 colher de chá de canela em pó
2 colheres de sopa de mel para pincelar

Modo de Preparo:
1. Unte uma forma de bolo quadrada em 18cm {fiz em forma redonda com furo no meio}.
2. Peneire a farinha e o sal em uma tigela grande e junte 25g de manteiga, amassando suavemente. Acrescente o fermento e o açúcar e misture. Faça um buraco no meio, ponha o ovo e adicione o leite aos poucos, misturando até obter uma massa macia.
3. Coloque a massa em uma superfície polvilhada com farinha e sove até ficar lisa e elástica. Faça uma bola com ela, ponha em uma tigela levemente untada com óleo, cubra e deixe crescer em local aquecido até dobrar de tamanho.
4. Sove a massa novamente em superfície polvilhada com farinha e abra em um retângulo de 30x23cm. Derreta a manteiga restante e pincele sobre a massa.
5. Misture as frutas secas, o açúcar mascavo e a canela e salpique sobre a massa.
6. Começando pelo lado mais longo, enrole a massa como um rocambole. Corte em 12 fatias iguais e coloque-as na forma com o lado do corte para cima.
7. Cubra e deixe crescer em local aquecido até dobrar de tamanho.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

8. Pré-aqueça o forno a 190°C. Asse por 25-30 minutos, ou até estar crescida e bem dourada.
9. Retire do forno e pincele ainda quente com o mel, duas vezes. Deixe esfriar antes de desenformar.

—–}——–{—–

O Augusto até hoje não esquece deste pão. E eu até hoje não repeti a receita… Talvez pelo medo de não ficar tão bom como na primeira vez e mexer na doce e surpreendente lembrança :)

Sento só o que foi essa massa! Macia, leve, delicada… E a cobertura e o recheio doces e marcantes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O mel pincelado dá um sabor muito especial.

Sabrina, depois quero fotos, heim?! ;)

Um doce abraço,
Mari