Esfiha Integral

Sou daquelas que adora inventar receitas com sobrinhas, dificilmente faço compras específicas para cozinhar algo, o mais comum é verificar o que tem disponível na geladeira e armários e bolar algo (geralmente inédito).

A última “sobrinha” que virou algo delicioso foi um refogado de berinjela. Seu destino era ser recheio de coxinha, mas ficou muito molinho e não rolou. Então, no dia seguinte o, ainda mais, delicioso refogado se tornou uma gostosa esfiha!

A receita é a adaptação da famosa esfiha vendia a centavos por um tal fast-food. Segue ela:

Esfiha Integral

Massa:

  • 750g de farinha de trigo
  • 320g de farinha de trigo integral (já usei centeio e também ficou bom)
  • 13g de açúcar (pode ser refinado, demerara, mascavo, e acho até que mel e melado devem ficar ótimos)
  • 105ml de óleo (uso de girassol)
  • 540ml de água
  • 10g de sal
  • 13g de fermento biológico seco ou instantâneo (ou 39g de fermento biológico fresco)
  • Farinha de fubá para polvilhar na hora modelagem

Recheio:

  • Opções: refogado de berinjela, ricota com ervas, cenoura ralada com curry, brócolis com castanhas, quatro queijos…
  • Queijo provolone e prato ralados.

Modo de Preparo

1. No multi-processador colocar a farinha de trigo, o fermento e o açúcar. Pode ser feita também em Panificadora Caseira, neste caso, seguir modo de preparo padrão do seu modelo.

2. Adicionar o óleo, água (aos poucos) e por último, o sal. Deixar bater até a massa ficar homogênea.

3. Sovar a massa sobre a mesa por alguns minutos.

4. Agora é preciso dividir a massa: dividir a massa ao meio, fazer um rolo (deslizando a tira de massa sobre a mesa), corte em pedaços tendo como medida 3 dedos (60 gramas).

5. Pegue cada pedaço e modele bolinhas.

6. O PULO-DO-GATO: peneire a farinha de milho numa forma grande ou na mesa e vá colocando as bolinhas aí. A farinha de milho não vai deixar que as bolinhas grudem e dará um sabor todo especial.

7. Usando as mãos achatar as bolinhas para dar forma às esfihas, modelando as bordinhas mais altas. Colocar uma porção de queijo ralado para ajudar a firmar a parte central da esfiha para receber o recheio. (Pré-aquecer o forno a 180 graus)

IMG_20140728_181241053

8. Coloque o recheio de sua preferência. Lembre de deixar a bordinha de massa sem recheio, para ficar com o acabamento bonito.

9. Colocar as esfihas numa assadeira untada e assar até que fique com as bordinhas douradas.

Dicas gerais:

– A massa é bem consistente, se notar que está mole colocar mais um pouco de farinha de trigo.

– Em dias frios, enquanto estiver manipulando a massa para fazer os discos, deixe um pano úmido sobre a massa não utilizada.

– Fica ótimo acrescentar na massa um pouco de fibra de trigo.

– Cobertura de gergelim, orégano, páprica picante dão um acabamento e sabor ainda mais especial.

IMG_20140728_183436235

Anúncios

A Melhor Tapioca do Mundo é de Tia Neide o/

Viagem ao Recife, não poderíamos deixar de conhecer a famosa tapioca de Olinda, e não bastando conhecer e provar uma vez, tivemos que voltar novamente antes da partida.

No centro histórico de Olinda fica o Alto da Sé, recheado de barraquinhas com tias fofas que fazem as melhores tapiocas do mundo. Chegamos quando já estavam recolhendo as barraquinhas e o vento não dava trégua. Fomos em uma barraca para comprar a famosa tapioca, mas a goma tinha acabado… Oxi, que azar… A moça que nos atendendo perguntou para a barraquinha vizinha “Ô Neide, ce tem goma?!”, e a Neide ainda tinha :) Barraquinha da Tia Neide ai fomos nós!

Sobre um braseiro rústico nasce esta iguaria maravilhosamente simples, recheio de coco e leite condensado. E coco de verdade, vissi? Natural, ralado, molhadinho e macio… Ai ai, muito bom!

Barraquinha de Tia Neide, vissi?

E tava boa que só!

Se for lá, procure Tia Neide, vissi?! ;) Não irá se arrepender!

Cheese Cake – Consegui!

Sábado passado fiz um o curso de “Montagem e decoração de tortas” no Centro Culinário Silvia Nicolau, e a receita que eu mais gostei foi a do Cheese Cake. A combinação de doce e salgado, queijo e geléia de frutas são uma tentação para mim!

Há tempos queria fazer esta torta, mas aquelas receitas com mil gramas de cream cheese (caríssimo) com gelatina sem sabor não atraiam muito… No curso a receita ensinada leva ricota e requeijão, achei muito interessante!! Fizemos a degustação no final do curso e adorei o sabor, suave e muito saboroso.

Cheese Cake com Geléia de Framboesa

CHEESE CAKE
Massa crocante, creme de queijos e geléia de frutas vermelhas

MASSA:

  • 200g de biscoito maizena
  • 50g de semente oleaginosa (opções: amêndoa, castanha-pará, catanha-de-cajú ou nozes) > usei castanha-do-pará
  • Manteiga (ou margarina) sem sal em temperatura ambiente > o quanto baste [usei um tablete de 200g de manteiga + 2 colheres de sopa de margarina]

Preparo:
1. Bata os biscoitos e a semente no liquidificador ou processador até formar uma farinha.
2. Transfira para uma tigela e adicione manteiga suficiente para obter uma massa maleável.
3. Forre uma forma (20cm) com papel alumínio e espalhe a massa no fundo (só no fundo, não nas laterais).
4. Reserve (enquanto prepara o recheio)
CREME DE QUEIJO:

  • 300g de ricota sem sal
  • 100g de requeijão
  • 1 lata de leite condensado
  • 4 gemas
  • 1/2 xícara de açúcar
  • 4 claras em neve
  • Raspas de um limão ou laranja

Preparo:
1. Bata no liquidificador o requeijão, o leite condensado, as gemas, a ricota e o açúcar.
2. Transfira para uma tigela e junte as raspas de limão ou laranja e as claras em neve.

> Aplicar o recheio sobre a massa e leve ao forno médio, pré-aquecido até dourar.

COBERTURA:

  • 1 vidro de geléia de frutas vermelhas

> Cobrir com a geléia de frutas e colocar para gelar antes de servir.

Fonte: Centro Culinário Silvia Nicolau

Bolo Verde da Vó Nanci

Recita nova que deu certo de primeira!!!

De tanto ouvir a Paula Cartoon falar no delicioso bolo verde que sua Vó fazia tive que pedir a receita para testar, afinal um bolo verde não se encontra em qualquer livro de receita ;)

Testei a receita no último domingo, para o café do Dia dos Pais. Sei que não é muito certo testar receita em eventos festivos, mas não aguentei! E deu muito certo, foi um sucesso!!! Ficou super fofinho e com a massinha molhadinha. Doze pessoas comeram e ficaram muito satisfeitas! Ai vai a receitinha mágica do bolo verde:

Bolo Verde da Vó Nanci

Ingredientes:
1 pacote de mistura para bolo de laranja (pronto)
4 ovos
1 pacote de gelatina sabor limão
1 copo de iogurte natural
1 copo de óleo
1 colher de sopa de fermento químico

Pré-aquecer o forno a 180°.

Preparo com liquidificador: colocar tudo no liquidificador e bater bem.

Preparo com batedeira (foi o que fiz):
1. Bater bem os ovos até espumar;
2. Acrescentar aos poucos o óleo (sem parar de bater);
3. Acrescentar aos poucos a mistura de bolo de laranja, o iogurte e a gelatina;
4. Por último o fermento.

Usei um tabuleiro 22x33cm.

Assar em forno médio por uns 30 min. Para não ter dúvida que está assado é só fazer o teste do palito, espetar o palito na massa e se sair seco está pronto, se ficar molhado com massa precisa assar mais.

Cobertura (MARAVILHOSA!)
1 lata de leite condensado
suco de 03 limões
Misturar até endurecer e colocar por cima do bolo.

Coloquei raspinhas de limão para dar um charme ;)

Agradecimento especial para Vó Nanci que compartilhou a receita :)

Capuccino caseiro é tudo de bom!

No friozinho um capuccino é perfeito! Ainda mais se feito em casa, para ser degustado embaixo das cobertas!!!

Neste inverno fiz vários potes da mistura e foi que foi!

Segue receita, adaptada do livro Dona Benta – Comer Bem

3 colheres de sopa de café solúvel
1/8 de xícara de chocolate em pó (pode usar achocolatado mesmo)
1/2 colher de sopa de canela
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
1/2 xícara de leite em pó

Misturar todos os ingredientes e pronto!

Camadas de sabores

Preparo:
Pode ser usado leite, leite de soja e até água, só esquentar e adicionar o pó do capuccino.
Uma colher de sopa da mistura para uma caneca ou xícara de chá.
Uma colher de chá um mini capuccino, na xícara de cafezinho.

Como nunca dá tempo de tirar uma foto, peguei uma no Google :)

Capucciono - delícia do inverno

 

Bom capuccino a todos :)

Conhece Mari’sfiha? Receita de Esfira do Habib’s feita pela Mari :)

O que uma faxina em revistas antigas pode revelar?! Que tal a receita de esfiha do Habib’s?! É mole ou quer mais!?

Minha mãe achou esta receita numa revista “Manequim: Faça e Venda” de um mês de outubro longínquo. Como eu não resisto a uma novidade e sempre quis saber o segredo da massa da esfiha do Habib’s fui testar a receita para o café do dia das mães. Abaixo o registro do processo :)

Fiz 1/3 da receita pois usar 2,5kg de farinha de trigo é demais para uma experiência :) Usei o multi-processador para misturar a massa, como a capacidade dele é para 500gr de massa, fiz a massa em duas partes. Dá para usar também batedeira, caso ela tenha pá para massa pesada. Ai vai a receita:

Esfiha do Habib’s

Recheio:
Preparar o recheio de sua preferência (carne moída, frango, espinafre c/ queijo…). Para essa quantidade fiz 1 kg de peito de frango, desfiadinho e refogado com cebola.

Massa:
830gr de farinha de trigo
10 gr de fermento biológico instantâneo (1 pacotinho)
83g de açúcar
83g de óleo
330 ml de água
2 pitadas de sal

farinha de milho médio (reservar)

Modo de Preparo

1. No multi-processador colocar a farinha de trigo, o fermento e o açúcar. Deixar descansar por 5 min.

2. Adicionar o óleo, água (aos poucos) e por último, o sal. Deixar bater até a massa ficar homogênea.

3. Sovar a massa sobre a mesa por alguns minutos.

4. Agora é preciso dividir a massa: dividir a massa ao meio, fazer um rolo (deslizando a tira de massa sobre a mesa), corte em pedaços tendo como medida 3 dedos.

5. Pegue cada pedaço e modele bolinhas.

6. O PULO-DO-GATO: peneire a farinha de milho numa forma grande ou na mesa e vá colocando as bolinhas aí. A farinha de milho não vai deixar que as bolinhas grudem e dará um sabor todo especial.

7. Usando as mãos achatar as bolinhas para dar forma às esfiras, modelando as bordinhas mais altas. Deixar a massa descansar por 20 min. (Pré-aquecer o forno a 180 graus)

8. Coloque o recheio de sua preferência, eu fiz de frango, pode ser um refogado de carne moída, bem simples. Lembre de deixar a bordinha de massa sem recheio, para ficar bem bunitinho.

9. Colocar as esfihas numa assadeira untada e assar até que fique com as bordinhas douradas.

Dicas gerais:

– A massa é bem consistente, se notar que está mole colocar mais um pouco de farinha de trigo.

– Em dias frios, enquanto estiver manipulando a massa para fazer os discos, deixe um pano úmido sobre a massa não utilizada.

Geeeente, a massa fica docinha contrastando o com recheio, a farinha de milho dá um super charme… enfim, deu super certo! Agora quero fazer com recheio de espinafre e queijo.

Bjinhos!