Ah, o verão… Com sorvete caseiro é bem melhor.

Após um longo período longe deste querido blog, volto com uma receita bem refrescante e fácil. Para tentar compensar a fase sumida.

Este verão está sendo histórico para o pessoal da região Sul. Calor, calor, calor… e nada daquela chuvinha de verão de final de tarde que trazia um alívio para o corpo e a alma.
Para saciar a vontade absurda de comer sorvete todos os dias criei uma solução caseira, econômica e saudável. Quer coisa mais refrescante do que isso?!

Segue a receita do sorvete caseiro de manga com hortelã:

Ingredientes:
1/2 manga cortada em cubos e congelada
2 ramos de folhas de hortelã caseiro
Um pouquinho de suco de fruta ou água (aproximadamente 3 colheres de sopa)

Modo de preparo:
Pique a manga em cubos e congele. Aguarde ela congelar para continuar a receita.
No mixer (usando o potinho com a lâmina) ou processador de alimentos, coloque o suco, as folhas de hortelã e os cubos de manga.
Bata até formar um creme.

DSC04020
Outras combinações de sabores:

  • Abacaxi com hortelã e leite de coco
  • Banana com mel
  • Abacate com açúcar mascavo
  • Banana com manga

Dicas:
Se a manga estiver muito dura, deixar em temperatura ambiente uns 3 minutos para amolecer um pouquinho.
No mixer a receita deve ser feita em duas vezes, pois a capacidade do pote é pequena.
Cortar e congelar uma quantidade maior da fruta, para utilizar em mais de uma receita.
As frutas congeladas em pedaços também são ótimas para fazer sucos e vitaminas bem geladinhas.

Espero que este post refresque um pouco o verão de vocês ;)

Abraços doces!

Anúncios

Navegar é preciso – Parte 1: Ilha Bela / SP

Nestas férias eu e Augusto fomos conhecer outras paisagens, e os lugares escolhidos foram Ilha Belas / SP e Paray / RJ :) Chaaaato né? Uma semana de viagem, passando pela belíssima estrada Rio-Santos, passeios por terra e mar… e para coroar de sabor (e alimentar) nestes 7 dias descobrimos novos paladares e vou dividir um pouco com vocês.

Levamos uma mala de comes e bebes, isso ajudou muito na economia e praticidade durante a viagem, ter sempre a mão barrinhas de cereais, biscoitos e água mineral a vontade não tem preço. Aliás o preço disso tudo nos mercados locais é sempre um assalto, então guardamos para investir em comidinhas realmente interessantes.

O primeiro destino foi Ilha Bela em SP, fizemos uma pausa no Guarujá para pernoitar e seguir na manhã seguinte com calma pela bela estrada Rio-Santos. Fiz sanduíches de peito de peru defumado, ricota, alface, rúcula e brotos, hummm E para enrolar a fome até as paradas, frutas secas como passas e damascos deram conta do recado com muito “gramur” :)

Trecho Floripa - Joinville, filas enoooormes, mas com damascos não tem problema...

 

Após pernoite no Guarujá fomos rumo a Ilha Bela!

Almoço na Creperia Nareia no centrinho da cidade

Ambiente gostoso e uma promoção de crepe salgado + doce nos fez entrar :)

Crepe de tomate seco, requeijão, mussarela... hummm E uma saladinha para não pesar tanto ;)

De sobremesa crepe de Nutella!

Com um calor infernal, não poderíamos deixar de tomar um sorvetinho, fomos na tradicional sorveteria Rocha, também no centrinho, com sorvetes artesanais de sabores bem diferentes:

Paradinha para refrescar na Sorveteria Rocha

São duas sorveterias Rocha, uma tipo buffet e outra mais tradicional onde o atendente monta seu sorvete de casquinha.

O sabor mais curioso é o Macaco Louco (sorvete de banana com nozes e flocos de chocolate), pegamos também Abóbora com Coco, Papaya e Menta com Chocolate. Uma delícia, sabor bem natural dos ingredientes!

Fizemos um passeio de escuna com parada para almoço na praia de Jabaraqua, onde comemos uma isca de cação muuuuuuito boa, mas esta nem tem foto, pois quando lembramos de registrar já tínhamos comido quase tudo, a fome estava grande! Parece piada mas antes paramos na praia da Fome para tomar banho… :)

Praia de Jabaquara: almoçamos iscas de cação e os borrachudos nos almoçaram

Ficamos hospedados num “chalé” com tinha cozinha completa! Fiz duas jantas: a primeira mais preguiçosa foi um purê de batata e a segunda mais inspirada um risoto de funghi seco, hummm tudo acompanhado de espumante, afinal férias é para celebrar!!

Resumindo Ilha Bela… padrão alto… praias muito exclusivas para moradores… preços altíssimos… a parte central é bem organizada… mas o que valeu mesmo foi o passeio de barco para ver a ilha pelo mar, com paradas para banho e a charmosa pousada.

No próximo post Paraty / RJ! Ô cidade boa de passear e praticar a boemia :)